Preserv lança preservativo de poliuretano com tecnologia japonesa

9 10 2011

REFERÊNCIA:
COMUNIQUE-SE. Preserv lança preservativo de poliuretano com tecnologia japonesa. Disponível em <www.comunique-se.com.br>. Acesso: 09 Out 2011


A Linha Preserv, da indústria farmacêutica BLAU, inova mais uma vez ao lançar o Preserv Extra Premium com largura nominal de 58 mm, comprimento de 190 mm e lubrificação a base de água. Único produto do mercado brasileiro de Poliuretano e tecnologia japonesa, o preservativo chega para atender aos alérgicos ao látex e quem busca um preservativo de qualidade, durabilidade e que ofereça mais conforto e sensibilidade durante a relação.

Para apresentar o Preserv Extra Premium, a Preserv investiu em uma embalagem especial com tons preto e dourado. Definido como um produto Premium, o preservativo de poliuretano se diferencia dos concorrentes tanto nas características quanto no visual.





Nova camisinha feminina de poliuretano

27 12 2007

A camisinha feminina, que era uma grande esperança para tentar vencer o machismo dos países pobres e ajudar no combate à Aids, simplesmente não pegou. Casais do mundo inteiro reclamaram que era difícil de usar, esquisita, barulhenta e escorregadia. Agora, os cientistas estão tentando de novo. Um novo design, muito parecido com o antigo numa ponta e totalmente diferente dele na outra, foi desenvolvido — e seus criadores esperam que ele tenha sucesso onde seu predecessor falhou.

“Nos últimos 15 anos, nunca ouve concorrência nem um produto de segunda geração”, diz Michael J. Free, chefe de tecnologia da ONG Path, de Seattle (Estados Unidos). A organização foi responsável por redesenhar a camisinha feminina. “Nunca faltou interesse, mas nós ficamos parados no tempo”, afirma ele.

Entretanto, o novo design ainda não venceu a principal desvantagem que condenou a versão anterior ao fracasso: não dá para usá-lo em segredo. É por isso que as mulheres casadas, hoje um dos principais grupos de risco de Aids nos países pobres, raramente usam a camisinha feminina.

0,,11926105-EX,00
Clique para ampliar

“Não quero que meu marido saiba que estou usando uma camisinha”, diz Lois B. Chingandu, diretora da SAfaids, organização anti-Aids do Zimbábue. “É quase impossível conversar sobre o uso de preservativos dentro do casamento” na África, acrescentou ela. “É algo associado com sexo casual. Se a esposa usa uma camisinha, a mensagem que ela passa é que foi infiel.”
Continue lendo »