Espuma reciclada pode substituir espuma à base de soja em estofamentos automotivos

5 09 2010

REFERÊNCIA:
ARAUJO, Marilu. DEPOIS DA RODA. Espuma reciclada pode substituir espuma à base de soja em estofamentos automotivos. Disponivel em: <bradescoseguroauto.jalopnik.com.br>. Acesso: 05 Set 2010


Graças a um novo processo industrial, as montadoras podem reciclar sobras de espuma de poliuretano para usá-las na produção de assentos para veículos.

As aparas de espuma são trituradas e submetidas a tratamento termoquímico. Em seguida, a massa obtida é moldada no formato de assentos e de apoios de cabeça usados em veículos.

A espuma reciclada corresponde a 5% do peso do material usado no assento e a 10% do empregado nos apoios de cabeça e substitui a quantidade de espuma à base de soja utilizada anteriormente.

Embora a espuma à base de soja cause menos impacto ambiental do que a de poliuretano, o processo de reciclagem dessa última promoverá o aproveitamento de resíduos antes descartados.

A Chrysler, por exemplo, conseguirá reciclar nos Estados Unidos mais de 80 toneladas de aparas de espuma de poliuretano. O volume de material equivale à carga total de 33 caminhões de lixo. Os assentos e apoios de cabeça produzidos com a nova espuma equiparão a versão 2011 do SUV Grand Jeep Cherokee. No futuro, a montadora espera aumentar o uso da espuma reciclada para 10% nos assentos e 20% nos apoios de cabeça.

O uso sustentável de matéria-prima também está nos planos de outras montadoras. Algumas delas passaram a informar não só a eficiência no uso de combustível como o índice de componentes recicláveis em cada veículo.

Recentemente, a Ford norte-americana anunciou que 85% dos componentes usados no SUV Explorer 2011 podem ser reciclados. Já a Smart informou que 95% das peças do pequenino ForTwo são recicláveis.

No vídeo a seguir (em inglês), os especialistas da Chrysler explicam o processo de reciclagem das aparas de espuma de poliuretano.





Poliuretano substitui vidros na nova Ferrari 599 GTO

15 05 2010

REFERÊNCIA:
CarroOnLine. MURTA, Márcio. Ferrari exibe vídeo da 599 GTO em ação. Disponível em: <http://carroonline.terra.com.br>. Acesso em: 15 Mai 2010

Após revelar o modelo 599 GTO, esportivo mais rápido já produzido pela Ferrari, a empresa italiana divulgou nesta quinta-feira (6) um vídeo de exibição do cupê. As imagens foram feitas no circuito de Mugello, no norte de Florença (Itália), e contaram com a participação de Darion Benuzzi, piloto de testes mais reconhecido da empresa.

O esportivo, que será limitado a 599 unidades, acelera aos 100 km/h em 3s3 antes de atingir a velocidade máxima de 335 km/h. Tal desempenho se deve ao baixo peso da carroceria, que faz uso extenso de fibra de carbono, alumínio e poliuretano (no lugar dos vidros), e principalmente, ao propulsor 6.0 V12, capaz de produzir 670 cavalos de potência e 63,2 kgfm de torque. A transmissão semi-automática de 6 velocidades é uma derivação dos câmbios usados pela marca em seus modelo de F1. Confira as filmagens do esportivo revelando seu potencial:





Um carro todo feito de poliuretano

6 02 2010

Um escultor da Lituânia construiu seu próprio carro usando espuma rígida de poliuretano. Aparentemente ele partiu de uma antiga carcaça de um Mercedes e remodelou todo o automóvel lancando mão uma furadeira adaptada com um batedor para homogeneizar os produtos e de garrafas pet para a injeção da espuma. Sem nenhum equipamento de alta tecnologia, o escultor chegou a um excelente resultado.

Painel

Painel

"Lataria"

Resultado Final

Resultado Final

Veja a galeria completa de fotos em www.autoblog.com

REFERÊNCIA
CARROS NOVOS LEGAIS. Carro esporte todo feito de poliuretano. Disponível em <http://carrosnovoslegais.com>. Acesso: 06 Fev 2010





Dow e Honda fecham parceria para fornecimento de matéria-prima plástica

13 06 2009

Já vem de longa data o sucesso da parceria entre a Dow Automotiva e a Honda no Brasil, filial brasileira da Honda Motor Co. Ltd. Há mais de 15 anos, a Dow é responsável pelo fornecimento exclusivo de sistemas de poliuretano (PU) para a empresa, utilizados nos assentos das motocicletas. Agora a Dow planeja crescer na parceria também com a Honda Automóveis, fornecendo compostos de polipropileno (PP) utilizados na injeção das peças de acabamento interno do mais recente sucesso da empresa lançado no País, o New Fit.

“Esse acordo tem uma importância estratégica para a Dow, não só do ponto de vista comercial, mas principalmente por representar o tipo de parceria que criamos com a Honda nesses anos todos de trabalho em conjunto: uma parceria de longo prazo baseada na confiança e no compartilhamento de valores de qualidade e inovação”, afirma o Gerente de Marketing da Dow Automotiva, Leonardo Censoni.

Por seu esforço em conjunto, a Dow recebeu em 2006 o Quality Excellence Award, prêmio concedido anualmente pela fabricante japonesa a seus melhores parceiros. O reconhecimento teve três razões: índice zero de defeitos, índice zero de reclamações de clientes e nota 9,9 (sendo a máxima 10) para suporte ao comprador. Em 2008, a Dow Automotiva foi reconhecida mais uma vez pela Honda por sua habilidade em Suporte Técnico & Desenvolvimento.

Um acordo inédito assinado em 2007 ampliou a parceria entre a Dow Automotiva e a Honda, mais precisamente para o New Civic, lançado em 2006. Naquela época, a Dow Automotive fornecia à montadora não só o adesivo de colagem de para-brisas como também os compostos de PP fabricados localmente na Dow Limão, na Zona Norte da cidade de São Paulo. O produto é utilizado até hoje na injeção do painel de intrumentos, nas laterais das portas bem como em várias outras peças de acabamento interno do modelo.

REFERÊNCIA
REVISTA MEIO FILTRANTE. Dow automotiva e Honda Automóveis do Brasil fecham parceria para fornecimento local de matéria-prima plástica. Disponível em: <http://www.meiofiltrante.com.br>. Acesso em: 13 Junho 2009





Miniatura do novo Gol feita de poliuretano, madeira e fibra de vidro

24 08 2008

A feira é de livros, mas o novo Gol é uma das principais atrações do estande da Fundação Volkswagen na Bienal do Livro, que está sendo realizada em São Paulo até o dia 24 de agosto. A curiosa miniatura foi produzida pela área de protótipos da montadora em São Bernardo do Campo (SP). A base é de um mini buggy e o motor à gasolina tem 5,5 hp. O simpático carrinho pode atingir máxima de 27 km/h, e só pode ser guiado por pessoas de até 1,5 m.

O projeto virou realidade em cinco meses. Carroceria, painel, bancos e partes de vidro foram moldadas artesanalmente com muita madeira, espuma de poliuretano e fibra de vidro. O interior tem painel e um banco de Fox totalmente modificado, que dão características de carro de verdade ao protótipo.

REFERÊNCIA:
TADEU, Ricardo. Revista Auto Esporte. Baseado em mini buggy, miniatura do novo Gol está exposta no estande da Fundação Volkswagen. Disponível em: <http://revistaautoesporte.globo.com> Acesso em 21 Ago 2008.





LigHT, da Webasto: tetos de poliuretano em carros conversíveis

5 03 2008

A Webasto, maior fabricante de tetos solares do mundo, será uma das atrações de 78ª edição do Genebra Motor Show, que acontecerá em Genebra, na Suíça, entre os dias 6 e 16 de março. Com o slogan “Moving Innovations” (Inovações em Movimento), a empresa vai apresentar em seu estande uma proposta inédita de teto para veículos conversíveis. O sistema, chamado de Webasto LigHT (Light Hybrid Top), é uma combinação inteligente entre um Hard Top (teto rígido removível) e um Soft Top (teto de lona), produzido com uma nova combinação de materiais leves, como policarbonato e poliuretano. Na visão da Webasto, o sistema Light Hybrid Top é uma alternativa aos tetos de lona convencionais.

Desenvolvido em conjunto com o IED Automotive (Instituto Europeu de Design), o novo teto foi integrado a um roadster-conceito, inspirado num clássico italiano, o Fiat 124 Spider. Os materiais utilizados formam uma estrutura auto-sustentável que é incorporada ao veículo por meio de películas flexíveis, dispensando o uso de hastes e juntas metálicas, presentes nos sistemas tradicionais. O resultado é um conversível inovador, reunindo as vantagens de um teto rígido retrátil com o visual inconfundível de um teto flexível.

A estrutura toda é feita de uma única peça, detalhe importante para garantir estabilidade ao veículo e facilitar a abertura manual do teto. Outra vantagem é o peso total do conjunto. O mix de policarbonatos e poliuretanos oferece uma excepcional relação entre rigidez e peso e, com isso, o novo teto pesa apenas 14 kg – muito mais leve que um sistema convencional de Hard Top.
Leia o resto deste post »





Aerofólio de poliuretano para o New Civic

28 02 2008

A Burg Design lança aerofólio para um dos sedãs mais vendidos do País, o New Civic, da Honda. Os aerofólios Burg, empresa de origem européia, são fabricados no Brasil com os mesmos padrões de qualidade e segurança aplicados na matriz. As peças para o Civic são fabricadas em poliuretano maciço, tendo o acabamento feito com três demãos na cor preto acetinado. Dessa maneira, vem pronto para receber nova pintura (não é necessário sequer lixá-lo) e pode receber igual tonalidade do veículo.

aerofolio280208.jpg“Outra vantagem da Burg é a possibilidade de montagem sem a furação da tampa traseira, o que nos dá uma enorme diferença sobre nossos concorrentes”, afirma Marcos Sasson, diretor da empresa. A instalação do produto, que se destaca pelo visual, é feita com garras (chapinhas), presas na parte superior da tampa traseira. A garantia do produto é de três anos. Preço sugerido para o consumidor final R$ 199,99. A Burg Design comercializa, entre outros, aerofólios esportivos para a linha Palio 2008, da Fiat.

REFERÊNCIA:
PARANÁ ONLINE. Aerofólio para New Civic. Disponível em: <http://www.parana-online.com.br>. Acesso em: 28 Fev 2008