Médico descarta intoxicação grave após acidente com TDI

25 01 2013

REFERÊNCIA

SURGIU. Médico descarta intoxicação grave após acidente na BR 101 em Fundão. Disponível em:<http://surgiu.com.br/> Acesso: 24 Jan 2013.


O médico responsável pelo atendimento dos moradores da região de Santiago, na Serra, descartou o risco de intoxicação grave em decorrência do acidente com uma carreta que transportava uma carga tóxica no início da semana, na BR-101. Cerca de 30 moradores chegaram a ser atendidos com suspeita de intoxicação após contato muito próximo com o produto derramado na rodovia.

Monteveler explicou que o Diisocianato de Tolueno, que era transportado pela carreta, gera crise de respiração aguda e pode queimar a pele. De acordo com o médico, os riscos são mais altos no momento em que a pessoa entra em contato com o produto. “Não há registro de intoxicação grave e não foram necessárias internações em decorrência de contaminação. Os sintomas causados são imediatos e desaparecem gradualmente”, disse.

O médico explicou ainda que, após o acidente, uma equipe da secretaria de Saúde da Serra esteve na região para orientar os moradores. Aqueles que apresentaram sintomas como náuseas e irritação na garganta passaram por exames laboratoriais.

Lema está concluindo relatório

De acordo com o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), a multa a ser aplicada à empresa responsável pelo carregamento somente será definida após a conclusão do relatório que deverá apontar os danos ambientais causados pelo acidente. A previsão é de que o relatório seja concluído no início da próxima semana.

O caso

O Km 238, da BR 101 Norte, em Fundão ficou interditado por quase 30 horas, após o tombamento de uma carreta que transportava latões de diisocianato de tolueno, produto químico-industrial altamente tóxico e inflamável. O acidente aconteceu por volta das 07h30, desta segunda-feira (21), e a pista só foi liberada na manhã desta terça (22).

De acordo com a PRF, a carreta seguia no sentido Vitória / Linhares. Ao encontrar trânsito lento na altura de Timbuí, o motorista da carreta jogou o veículo para o acostamento para não colidir com outros veículos que estavam na pista. Mesmo com o desvio, a carreta bateu em um caminhão e em um poste.

Com o impacto da batida, os latões contendo o produto tóxico caíram sobre a pista, que precisou ser interditada. De acordo com a PRF, o isolamento atingiu uma área de 800 metros.

Anúncios

Ações

Information

One response

25 01 2013
Carlos

Se o transporte era irregular por que não informam o fabricante e o destinatário, assim podemos conhecer a conduta de nossos companheiros no mercado de poliuretano !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: